Obter um alto controle logístico é um dos grandes desafios de empresas que atuam com a venda de produtos, desde e-commerces que trabalham com itens das mais diversas categorias a organizações que atuam com produtos específicos, como, por exemplo, lacre de segurança.

É por essa razão que produzimos este artigo, que trata sobre o furo de estoque, um dos mais comuns problemas que interferem diretamente nos negócios. Entenda o que é e confira dicas de como evitar esse prejuízo.

O que é exatamente furo de estoque?

O furo estoque é nada mais que a divergência entre o que é contabilizado no estoque com o número de itens que está realmente disponível para venda. Isso muitas vezes acontece com empresas que não contam com uma gestão eficiente do estoque.

A falta de controle causa sérios prejuízos para as organizações, como a perda de vendas. Além disso, reduz a confiança dos clientes, especialmente quando se trata de organizações do campo B2B, como é o caso das fabricantes de porta de aço, por exemplo.

Isso porque o processo de venda é mais complexo e os produtos envolvem o próprio negócio do cliente. Portanto, entregar no prazo certo é extremamente estratégico para o relacionamento com o público-alvo.

Assim, combater o furo no estoque é primordial para a credibilidade e, consequentemente, o aumento da competitividade no mercado.

Agora, veja no próximo tópico 7 dicas para evitar a ocorrência de divergências no estoque.

8 dicas essenciais para evitar o furo de estoque

  1. Opte por ter uma quantidade menor de itens: seja produtos ou equipamentos, como, por exemplo, máquinas de solda elétrica, ter um estoque reduzido faz com que o controle seja facilitado, evitando grandes incompatibilidades entre o que é registrado e o que existe de fato no estoque.
  1. Verifique continuamente o estoque: um dos processos mais eficientes para evitar o furo no estoque é realizar o monitoramento frequente de tudo que entra e sai do estoque.
  1. Estabeleça padrões: outro procedimento que reduz as chances de divergências de quantidades é o estabelecimento de padrões. Quando o estoque é padronizado, a detecção de problemas é mais simples e rápida.
  1. Organize a infraestrutura: a organização da estrutura do estoque é peça chave para a obtenção do controle. A dica é categorizar os produtos, pois isso ajuda na identificação ágil.
  1. Registre todas as vendas: um dos principais motivos que leva o furo de estoque é não efetuar o registro de todas as vendas diárias. Portanto, a cada venda realizada, é necessário apontar e fazer a baixa no estoque.
  1. Invista em segurança: outra causa de divergências no estoque está relacionada às situações de desvios e furtos de mercadorias. Por isso, investir em segurança é essencial para minimizar os riscos de ausência de produtos.
  1. Foque em produtos vendidos à pronta entrega: muitas empresas atuam com pronta entrega, o que requer ainda mais eficiência logística. Para isso, nada melhor que colocar prioridade a reposição de produtos que precisam ser entregues rapidamente.
  1. Aposte em soluções tecnológicas: a obtenção de um processo logístico inteligente e eficaz passa por investimentos em sistemas de gestão de estoque. Para acertar na escolha, analise as necessidades.

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe com amigos e continue a nos seguir.

Este artigo foi desenvolvido pela equipe do Soluções Industriais.